QUAIS OS PRINCIPAIS ERROS QUE FRANQUEADOS COMETEM AO ABRIR A PRIMEIRA FRANQUIA

Escolher o negócio ideal para investir não é uma tarefa tão simples como aparenta, ter uma franquia requer alguns cuidados afim de evitar maiores problemas que podem ocorrer por falta de atenção e critérios na escolha da empresa franqueadora.

É comum o empreendedor se sentir motivado pelas propostas das empresas franqueadoras quando ao desenvolvimento, gestão e produtividade que podem resultar em rentabilidade e diante de tudo isso se envolver de tal modo que esquece o fato de ser um ‘negócio pronto’, quer dizer, com nome e estrutura pronta no mercado, é preciso aprender todas as etapas e conceitos, além de controlar o excesso de entusiasmo e lançar um olhar profissional do ponto de vista empresarial.

A abordagem extensa é para deixar bem claro que, abrir uma franquia não é sinônimo de que está tudo certo, já que é uma proposta de negócio que possibilita pular etapas como a construção e fortalecimento do nome, segmento de atuação por ser um ramo comprovadamente reconhecido e com ótima careteira de clientes, seja no setor de produtos ou serviços.

Esse é um erro clássico, pensar que porestar meio caminho andado o retorno do investimento previsto é algo certo, sem chances de fracasso. Pois saiba que por falta de pesquisa sobre a idoneidade e experiência em franchising da franqueadora, avaliação do quanto está disposto a se dedicar, tempo em que pode aguardar até que os lucros comecem a surgir de fato pode levar o empreendedor à desistência do negócio antes de um ano.

As observações aqui apresentadas de maneira tão incisiva e aparentemente negativa, não é para dar a ninguém a ideia de desistir de abrir uma franquia, mas sim a de pensar melhor nos pontos básicos de proteção quanto ao seu dinheiro que será investido, por menor que seja a quantia, você fez por merecer para tê-lo, então valorize.

Ao selecionar as empresas dais quais se interessa em ser um franqueado, pesquise a conduta no mercado, tempo e experiência assim também como excesso de reclamações, tempo de atuação, se o produto ou serviço da franquia é algo com o qual se identifica, taxas de investimento e manutenção, leia com atenção o contrato e verifique se a empresa exige compra de produtos todos os meses por conta do franqueado assim como multa.

Tudo isso quando não observado pode ser um grande erro ao abrir uma franquia.

 

Faça parte de uma empresa líder.

Conheça AQUI

Seja assinante deste Blog e receba conteúdos exclusivos e atualizações em seu email.

(VÍDEO AULAS, E-BOOKS, ARTIGOS E MUITO MAIS...)

Alexandre Constantino

Alexandre Constantino, Consultor de Marketing.

Website: http://alexandreconstantino.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *